Aeromodelismo Blog

Postagem teste para Aeromodelismo

Aeromodelismo é o conjunto de atividades que envolvem a construção e o voo de modelos, em escala reduzida (modelismo), de aeronaves e espaçonaves (aviões, balões, foguetes etc.). É um tipo de miniaturismo. Existem várias categorias de aeromodelismo:

VCC ou U/Control – voo circular controlado, no qual o aeromodelo fica ligado ao aeromodelista por meio de cabos, que podem variar de 15 a 18 metros de comprimento.
Radio controlado – o aeromodelo é controlado por meio de um transmissor de radiofrequências, das quais podem ser FM, AM, PCM para sistemas de radio mais antigos porém ainda muito utilizados e para os sistemas mais modernos são utilizados sistema 2.4 GHz que são mais seguros correndo risco de interferência.
Voo livre – o aeromodelo, depois de lançado, não sofre mais nenhuma interferência por parte do aeromodelista. Pode ser aeromodelo com motor, com elástico ou sem propulsão própria.
Índice
1 Aeromodelo
2 Categorias2.1 Motores a explosão (combustão interna)
2.2 Motores elétricos
2.3 Planadores
3 Ver também
4 Ligações externas
Aeromodelo
s aeromodelos têm tamanhos muito variados, de simples brinquedos a escalas de até 50% da aeronave original.

Existem classificações dadas aos diferentes aeromodelos. Algumas delas: Giant (gigante), Escala (réplicas das aeronaves originais), Trainer (ou treinador) – modelos mais indicados para iniciantes, biplano (com 2 asas), Pylon – modelos de alta velocidade, Jets (jatos), etc.

Seus motores são:

a combustão: em sua grande maioria motores do tipo glow, com um cilindro, de dois ou quatro tempos e movidos a uma mistura de metanol, lubrificante e nitrometano. Para os modelos de maiores dimensões, existem também motores dois tempos movidos a gasolina.
a jato: réplicas em miniatura de uma turbina aeronáutica real, movidas a combustível de jato.[1]
elétricos: motores escovados (brushed) ou brushless movidos a baterias recarregáveis de níquel-cádmio, níquel metal hidreto, ions de lítio ou lítio-polímero.
Categorias
Atualmente a categoria mais praticada de aeromodelismo é o radiocontrolado (RC), que divide-se basicamente em três modalidades, que se diferem pelo seu tipo de motor:

Motores a explosão (combustão interna)
Ver artigo principal: motor a explosão

Aeromodelo motorizado de um jato F-15.
Podem chegar a escalas maiores que 40% das dimensões reais de uma aeronave. Seus motores apresentam alta potência e isso produz um voo mais adequado e satisfatório. São de longe, os aeromodelos mais utilizados em todo o mundo, com milhões de unidades vendidas ao longo dos anos.

As principais vantagens deste tipo de aeromodelo são:

Um envelope de voo mais real, aumentando a possibilidade de treino dos pilotos
O som dos motores e o fato de não ligarem sem que seja efetuado um procedimento de partida costuma evitar a grande maioria dos acidentes.
A durabilidade, pois aeromodelos a combustão bem cuidados costumam durar por mais de 20 anos
O baixo custo, pois aeromodelos a combustão (por serem extremamente populares) podem ser adquiridos usados a um baixo preço, e sua manutenção é quase ausente de custos ,porém o combustível utilizado é caro.
Os reparos são simples de se executar, pois a madeira é facilmente colável.
Devido a sua alta potência, os aeromodelos a combustão podem ser construídos com vários materiais diferentes, como fibra de vidro, madeira balsa, metal, espuma de poliuretano, fibra de carbono e etc.
Como normalmente são aviões maiores, fica mais fácil de se enxergar, minimizando os acidentes e perdas de material.
Normalmente os materiais e componentes envolvidos na construção e na linkagem destes aeromodelos, são de maior qualidade, evitando-se assim acidentes desnecessários e perigosos.
As principais desvantagens são:

Sujidade, o óleo deixa o aeromodelo bem sujo após um voo;
Ruído, o que limita seu uso às pistas de aeromodelismo devidamente homologadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *